O grande feriado de 14 de Julho: 231 anos da Queda da Bastilha

by Administrativo julho 14, 2020

O dia 14 de Julho é considerado o maior feriado nacional da França. Todos os anos, como lembrete de um dos episódios mais significativos da história francesa e ocidental – isto é, a Queda da Bastilha -, milhares de pessoas acompanham desfiles, assistem a queimas de fogos e participam dos diversos programas comemorativos que se espalham por todo o país.

A seguir, entenda um pouco mais sobre a história e sobre a importância do 14 de Julho, o qual aponta para 231 anos atrás.

 

Breve histórico

Era o ano de 1789 e a França enfrentava uma crise econômica e social generalizada. Para sustentar o clero e a frívola nobreza, o regime absolutista sobrecarregava de impostos e brecava o desenvolvimento do Terceiro Estado, composto tanto pela burguesia enriquecida quanto pelas camadas urbanas e rurais mais pobres.

O cenário era, por um lado, de fome e falência, soma das secas prolongadas, do inverno severo, do desemprego e de acordos internacionais que tinham impactado negativamente a economia francesa. 

Por outro lado, porém, estava já presente um clima de revolução. Ideias iluministas como a necessidade de um governo representativo, a igualdade civil e a liberdade econômica se propagavam amplamente no meio burguês.

Foi temendo o perigo da insatisfação do Terceiro Estado que o rei Luís XVI permitiu a criação dos Estados-Gerais, uma assembleia que continha representantes de todas as camadas sociais. As deliberações, no entanto, continuavam a ser favoráveis sempre à nobreza e ao clero.

Assim, em 20 de Maio, deputados burgueses se rebelaram, abandonaram a reunião e, se agrupando em um salão do Palácio de Versalhes, se proclamaram Assembleia Nacional responsável pela elaboração de uma constituição. O rei, sem conseguir desarticular o Terceiro Estado, cedeu. E, assim, iniciou-se a Revolução Francesa.

 

A Queda da Bastilha

Embora o movimento revolucionário já estivesse em curso, como vimos, o grande símbolo do início da Revolução foi a Queda da Bastilha, um episódio de agitação popular que ocorreu em 14 de julho de 1789 e que representou um ataque decisivo à soberania absoluta do rei.

É que, nesse dia, num ato que demonstrava completa insatisfação para com a monarquia, parisienses atacaram e saquearam a Bastilha, espécie de cárcere em que Luís XVI mantinha preso, a seu critério e sem julgamento, quem ele quisesse prender. 

O significado do evento ultrapassou as barreiras da história francesa. Sua importância é tamanha que, na linha histórica ocidental, a Queda da Bastilha delimita o fim da Idade Moderna e o início da Idade Contemporânea.

 

O feriado nacional

Em 1880, o 14 de Julho foi oficialmente instituído como um feriado nacional francês. Desde lá, milhares de pessoas assistem, anualmente, ao tradicional desfile militar que se realiza na avenida Champs-Élysées. Trata-se, além disso, de um dia de muitos discursos, várias queimas de fogos e inúmeros eventos comemorativos que acontecem nos quatro cantos da França.

Infelizmente, o ano de 2020 pede que as tradições sejam quebradas. No início de Junho, o governo francês noticiou que, para evitar aglomerações em tempos em que o coronavírus assola o mundo, o grande desfile estava cancelado. Porém, o feriado, tão caro aos franceses, não deveria passar em branco, mas ser ressignificado. 

A programação que, então, acontecerá no lugar do desfile busca tal ressignificação. Um evento restrito, atento às normas de distanciamento social, que homenageará os profissionais da saúde, verdadeiros heróis do momento.

No aniversário de 231 anos da Queda da Bastilha, o feriado não será lembrete apenas da emancipação do povo francês, mas, sobretudo, do valor da vida daqueles que, trabalhando sem cessar, se empenham em salvar, justamente, vidas.

Se você é um apaixonado por história e pela língua francesa, com certeza precisa ler nosso artigo sobre a importância do francês para a área de história.

 

Social Shares

Related Articles

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *