Tudo para estar pronto para 4 diferentes exames de proficiência em francês

11 de dezembro de 2020
Por  Alexandrine

Há vários motivos pelos quais uma pessoa pode decidir estudar uma língua estrangeira, não é mesmo? Existem aqueles que vão buscar aprender um novo idioma unicamente pelo prazer de ver o mundo a partir de um prisma diferente, através do olhar de uma nova cultura

 

Por outro lado, há quem escolha aprender uma nova língua por motivos que dizem menos sobre as afinidades e gostos pessoais, e mais sobre os sonhos e projetos traçados por cada um, e que envolvem, para se chegar a determinados objetivos, adquirir um conhecimento considerável de uma língua estrangeira.

 

Afinal, não é mistério para ninguém que dominar um idioma diferente da sua língua materna é um passo um tanto quanto fundamental para que se possa ampliar horizontes, sejam eles acadêmicos ou profissionais. 

 

Quem cedo reconhece o papel que certas competências linguísticas bem desenvolvidas podem desempenhar dentro de sua trajetória pessoal, acadêmica e profissional, logo busca aprender um novo idioma. No entanto, é preciso dizer: muitas vezes, só os estudos, em si, não bastam para que alcancemos nossos objetivos. É preciso mais!

 

Somos constantemente instados a darmos provas de nossas competências comunicacionais seja no processo de admissão para um intercâmbio acadêmico em um país estrangeiro, seja quando pleiteamos cargos profissionais fora do nosso país, ou quando queremos em definitivo migrar para um novo país.

 

Nesse sentido, é comum que nos solicitem documentos oficiais que dêem conta de certificar nossa aptidão linguística para realizarmos esses processos. 

 

Pois é neste momento que os famigerados certificados de proficiência tornam-se incontornáveis, porque são eles que darão conta de imprimir oficialmente todo o seu conhecimento, de modo que ele seja válido e reconhecido por quem quer que seja, inclusive  e principalmente no exterior. Mas para obtê-los, é preciso, antes, passar pelos diferentes exames de proficiência em francês

 

Quais certificados são válidos para o francês?

 

Para quem deseja ter um documento oficial atestando seu nível de francês, há quatro exames que podem ser prestados, a depender de quais sejam os objetivos e condições de investimento de cada um, são eles: o DELF, o DALF, o TEF e o TCF.

 

Se você deseja conhecer mais sobre cada uma dessas provas em detalhes, recomendamos a leitura dos seguintes artigos:

 

 

Uma vez que você tenha alinhado os seus interesses e expectativas aos modelos de prova e certificação, é hora de passar, então, ao próximo passo dessa jornada: a preparação

 

Como me preparar para passar nesses exames?

 

Se você tem a intenção de prestar uma prova de certificação do seu nível de língua francesa, certamente você deve estar pensando desde já nas melhores formas de se preparar para uma avaliação tão estimada quanto essa. 

 

Afinal de contas, mesmo que você tenha estudado francês por bastante tempo, é ainda fundamental que você não só revise e estude o idioma em seus aspectos gramaticais, mas que igualmente conheça a fundo o estilo da prova e o que ela avalia em cada candidato, para que, assim, você não seja pego de surpresa no dia D.

 

Visando  criar as condições necessárias para que nossos alunos tenham o melhor desempenho possível em provas como o DELF, o DALF, o TCF e o TEF, nós, do CFOL, criamos, então, diferentes preparatórios, para atender as especificidades de cada exame.

 

Ficou curioso em conhecer em detalhes o que cada um dos nossos cinco cursos têm a contribuir para o seu sucesso nas provas de certificação do idioma? Então, continue a leitura deste artigo!

 

Se você vai prestar o DELF

 

Para quem deseja prestar o DELF, a primeira coisa que o futuro candidato precisa decidir é: para qual nível da língua francesa ele gostaria de obter tal certificação.

 

Isso porque, diferentemente de outros tipos de prova, o DELF não posiciona o aluno dentro dos níveis de língua definidos pelo CECR a depender do seu desempenho na prova, mas o contrário: é o aluno que define, previamente, no instante mesmo da sua inscrição para a prova, para qual nível do idioma ele deseja obter o seu diploma. Caso ele não vá bem no exame, o candidato não tem direito, no entanto, à certificação, nem mesmo àquela correspondente a um nível anterior ao que ele pleiteara. 

 

Assim sendo, para não correr o risco de investir uma grana na prova e sair de mãos abanando, se preparar para o DELF é fundamental! Além do mais, outra grande vantagem dessa prova é que ela não tem validade, ou seja: se você passar no DELF uma vez, nunca mais você terá de se preocupar em refazer a mesma prova na vida!

 

O DELF confere diplomas para os níveis A1, A2, B1 e B2. Normalmente, são os dois últimos níveis do DELF, B1 e B2, que costumam ser requeridos quando se quer estudar em uma instituição de língua francesa ou se candidatar a um cargo profissional em um país francófono.

 

 Por isso, o CFOL traz dois preparatórios para esse exame, um para cada nível dos intermediários, a saber, o B1 e o B2.

 

 

  • O preparatório DELF B1

 

 

Se você já completou o nível B1 do seu curso de francês, então você já pode começar a sonhar em tirar o tão sonhado DELF B1! Com o Preparatório DELF B1, você tem até seis meses para se preparar com a ajuda de tutores nativos para o exame.

 

 

  • O preparatório DELF B2

 

 

Se, por sua vez, você já finalizou o módulo B2, talvez seja hora de você ser ainda mais ousado, e arriscar tirar um dos diplomas mais versáteis que existem. O DELF B2 é garantia de portas abertas a nível internacional para estudos e trabalhos na França.

 

E quem faz o Preparatório B2 do CFOL também tem acesso a seis meses de curso com instrutores nativos.

 

Se você vai prestar o DALF

 

O DALF, assim como o DELF, também é um exame cujo diploma é vitalício e para o qual você deve primeiro escolher o nível a ser prestado, C1 ou C2, para depois realizar a prova. Lembrando sempre que a reprovação no exame não confere certificações para níveis diferentes daquele indicado no ato da sua inscrição.

 

Tanto o nível C1 quanto o C2 são especialmente bem vistos no campo profissional e acadêmico. Para quaisquer processos seletivos que envolvam uma avaliação de domínio desta língua estrangeira, esses trarão grandes vantagens competitivas aos candidatos que o possuírem.

 

Por isso, se você é um locutor de língua francesa já com nível avançado ou fluente no idioma, talvez seja hora de começar a se preparar para prestar o DALF com o nosso Preparatório DALF C1 & C2

 

Se você vai fazer o TCF

 

Se o modelo de prova que mais te agrada é aquele para o qual você apenas precisa prestar o exame, sem antes ter de estabelecer o nível da certificação almejada, então, o TCF é ideal para você! 

 

De acordo com o seu desempenho na prova, o exame te classifica dentro dos seis níveis do Quadro Europeu Comum de Referência para Línguas.

 

Com o Preparatório TCF, o aluno tem acesso à metodologia do exame, e se prepara para prestá-lo através de vídeos, artigos, fichas de revisão, artigos, simulados e muito mais. 

 

O curso foi pensado de modo a dar conta das diferentes competências avaliadas na prova, tais como: domínio sobre a estrutura da língua, compreensão oral e escrita, e produção oral e escrita. 

 

Se você vai fazer o TEF

 

O TEF guarda enormes semelhanças com o TCF, seja no modelo de prova, seja na validade de suas certificações, ambas valendo por dois anos.

Os poucos detalhes em que os exames diferem entre si, no entanto, merecem nossa atenção.

 

O TEF não segue, por exemplo, o Quadro Europeu Comum de Referências para as línguas, e sim uma escala de sete níveis que posiciona o candidato de acordo com a escala canadense de competências linguísticas.

 

Este exame costuma ser procurado sobretudo por aqueles que desejam estudar, trabalhar ou imigrar para o Canadá, mesmo sendo válido igualmente para o território francês. Isso porque, dentre outras opções de prova,  o TEF conta com um exame específico para quem deseja imigrar para o Québec.

 

Para te ajudar a se preparar para as provas do TEF, nós recomendamos o Preparatório TEF.

 

Se você gostou deste texto e está focado em passar por um desses exames de proficiência, clique aqui e não hesite em se preparar com o CFOL, ou fale com um de nossos consultores através do whatsapp.

Newsletter

Inscreva-se para receber conteúdos exclusivos.

Curso de Francês Online