Questions? Feedback? powered by Olark live chat software
(11) 99111-9425
(11) 3031-3599

Curso online de Francês pode te tornar intelectualmente mais atraente

by administrador Março 28, 2018

Com o lema “o francês te destaca”, plataforma de ensino digital do IFESP funciona como uma espécie de academia: muda o estilo de vida, torna o aluno mais competitivo e estimula outras competências

            Um espírito são em um corpo são: quem nunca ouviu essa máxima? Mas, infelizmente, muitas vezes nós cuidamos apenas do corpo e empurramos com a barriga o “treino” do cérebro… É por isso que o IFESP dá especial atenção ao desenvolvimento intelectual de seus alunos e encara o processo de aprendizagem do francês como uma espécie de academia da mente, trazendo todas as vantagens da boa saúde e da autoestima elevada. Maxime Legal, aprendiz de design instrucional e colaborador no polo pedagógico do IFESP, destaca alguns pontos que demonstram como nossa plataforma www.cursosdefrancesonline.com.br pode tornar os alunos intelectualmente mais atraentes.

Um novo estilo de vida– Quando uma pessoa decide frequentar uma academia convencional, ela passa a modificar gradativamente todo seu estilo de vida, dando mais atenção ao uso do corpo e de seus músculos no dia-a-dia, à postura correta, à alimentação saudável, etc. Trata-se de um equilíbrio que gera um novo estado de espírito  e o mesmo ocorre com o estudo do francês.“A dedicação no aprendizado da língua gera interesse nos artistas franceses, nos clássicos do cinema e da literatura, no noticiário sobre o país e até nos humorados youtubers franceses, o que é bem peculiar”, ressalta Maxime.

Pratique com um colega – Para dar aquele “gás” no treino, nada melhor do que se espelhar em quem já pratica exercícios há mais tempo e realizar as séries junto com colegas. Esse vínculo de estímulo e incentivo também se verifica na plataforma de ensino do IFESP, que conta com as mais modernas ferramentas de interação virtual para a realização de webconferências. “O aluno não fica isolado e, ao ver o progresso dos outros, ganha ânimo para se aperfeiçoar. O passo seguinte é a procura por franceses que moram no Brasil para conversar e praticar, imergindo ainda mais nesse ambiente francófono”, afirma.

Ter um coach é fundamental– A ajuda de um coach para organizar os treinos, auxiliar no uso correto dos aparelhos da academia e reavaliar constantemente a meta desejada é de extrema importância. A plataforma do IFESP funciona dessa forma e oferece ao aluno um acompanhamento exclusivo por um professor de francês nativo. “O tutor-coach está à disposição dos alunos para tirar dúvidas e ajudar no uso correto da plataforma, pois, como numa academia, cheia de aparelhos diferentes para cada tipo de exercício, o curso de francês também tem diferentes ‘aparelhos’, para o treino de gramática, compreensão oral, leitura, interpretação e redação”, compara o jovem.

Autoconhecimento – praticar exercícios nos leva a observar com mais atenção o desenvolvimento físico das outras pessoas, sobretudo de quem também é esportista, mas também nos faz conhecer melhor nosso próprio corpo e seu funcionamento. “Estudar outra língua é uma maneira de conhecer melhor a cultura de seu próprio país, através da comparação com os códigos comportamentais dos outros e o uso de expressões idiomáticas locais”, exemplifica Maxime.

Maior competitividade – Quem treina busca uma boa saúde e, em alguns casos, resultados estéticos – o que, aos olhos de muitas pessoas, é sinônimo de atratividade.“O estudo de francês dá um upgrade no currículo profissional e abre inúmeras portas no mercado de trabalho, fazendo com que a pessoa seja vista como alguém que se destaca positivamente”, afirma. Esse resultado casa muito bem com o slogan do IFESP: o francês te destaca!

Criando novas conexões intelectuais – É comum que o treino na academia nos leve paralelamente a outras práticas esportivas. O mesmo acontece com o estudo do francês, pois o esforço despendido pelo cérebro durante o aprendizado do novo idioma solicita e exercita nossos neurônios, “calibrando” o cérebro para outros exercícios intelectuais. “O francês amplia nossas referências culturais e nossa capacidade para outros estudos, criando conexões complexas com implicações vastas, em diferentes áreas do conhecimento, muito além do simples idioma em si”, explica o estudioso.

Treinar exige praticidade – As pessoas preferem uma academia perto de casa, para evitar os transtornos com trânsito e demais contratempos, mas acabam fazendo malabarismo para conciliar os horários de treino com o expediente de trabalho, os estudos e a vida familiar. “Que há de mais prático do que ter uma academia dentro de casa e ao alcance de um simples clique?”,diz  Maxime. “A plataforma do IFESP funciona assim: você estuda francês onde e quando quiser, sem as inconveniências de se deslocar para uma sala de aula em plena metrópole, após um dia cansativo de trabalho”, completa. Além disso, a metodologia foi elaborada de maneira a garantir a constância nos estudos, com um treino enxuto e periódico, para dar o devido tempo de descanso aos “músculos” do cérebro.

Escolha a língua do amor – Por fim, quem treina busca uma academia completa, com uma boa estrutura, aparelhos novos e bem localizada. Para o Max, a escolha de uma boa academia é como a do idioma que se decide estudar. “Já que é pra ficar mais ‘sexy’ intelectualmente, a melhor motivação é escolher a língua do amor! Mas acho que sou meio suspeito para fazer essa sugestão”, brinca.

Social Shares

Related Articles

Leave a Comment

Your email address will not be published. Required fields are marked *