Questions? Feedback? powered by Olark live chat software
(11) 98814-0429
(11) 3031-3599

Minidicionário para apaixonados por vinho

Por Administrativo fevereiro 26, 2018
Minidicionário para apaixonados por vinho

Não é a toa que a França é considerada o país do vinho, e por vezes até disputa esse posto com a Itália e a Espanha, que também possuem tradição no assunto.

Há mais de 2mil anos a vinicultura é praticada na região que hoje corresponde à França, sendo, portanto, uma atividade histórica e cultural. O povo francês é um dos maiores consumidores de vinho do mundo. Lá, a bebida e o todo o seu processo de criação são considerados patrimônio cultural e gastronômico por lei. Está aí um bom motivo para associarem tanto o vinho ao estereótipo do francês, junto com a baguete, claro! Dizem até que nos mercados da França é possível encontrar vinhos mais baratos que água. É ou não é popular?

A França produz uma enorme diversidade de estilos de vinhos, pois apresenta uma infinidade de castas de uva como, por exemplo, o Cabernet Sauvignon, o Merlot, Sauvignon Blanc, Chardonnay, Syrah, Riesling e etc. o que nos ajuda a entender o conceito de “terroir”.

Segundo o guia de vinhos Larousse, Terroir é uma palavra francesa sem tradução em outro idioma. Significa a relação mais íntima entre o solo e o clima particular, que concebe o nascimento de um tipo de uva e expressa livremente sua qualidade, tipicidade e identidade em um grande vinho. O clima da região, o solo, o relevo e altitude são elementos que determinam o terroir. Com algumas das regiões mais famosas do mundo do vinho, como Borgonha, Bordeaux, Champagne, Loire, Alsácia e Vale do Rhône, a França é referência secular quando se trata de variedade e/ou Terroir, graças à enorme diversidade de uvas cultivadas em seus vinhedos.

Se você quer entender um pouquinho de enofilia, veja a seguir algumas definições para você que é iniciante nesse tema, tão importante para a cultura francesa:

1 – Enófilo: Já que você não entendeu o que é enofilia a qualidade do enófilo – vamos acabar com a sua interrogação: É o amigo do vinho, ou seja, quem se interessa, estuda e gosta de vinho. Em outras palavras, quem está em contato com o vinho, lendo sobre, degustando apreciando a bebida. Não confunda com o Sommelier, que é o profissional que avalia os minuciosos detalhes da composição e normalmente trabalha em adegas;

2 – Bouquet: Conjunto de sensações olfativas do vinho adquirido na conservação, sobretudo no período do envelhecimento;

3 –  AOC – Appellation d’origine contrôlée ou apelação de origem controlada é a categoria de maior rigidez de regras e fiscalização que controlam desde as uvas que podem, ou não, ser produzidas na região, procedimentos de controle do vinhedo, uvas que podem ser usadas na elaboração dos vinhos, porcentuais dos cortes, teores de álcool, etc;

4 – Assemblage: Palavra francesa que significa conjunto ou montagem, assemblage é o tipo de vinho que apresenta diferentes tipos de uva combinados na sua composição;

5 – Varietal: Ao contrário de assemblage, os varietais apresentam um único tipo de uva no seu processo de produção.

Bom começo para você iniciar as suas pesquisas em vinho e apurar seu paladar, não é mesmo? Bon Courage!

Veja mais: culinária francesa; mini dicionário dos perfumes

Social Shares

Artigos relacionados

Escrever comentários

Your email address will not be published. Required fields are marked *